Uma aeronave da Força Aérea Portuguesa iniciou uma missão de vigilância das fronteiras marítimas do sul de Espanha, que vai decorrer até dezembro, anunciou hoje o Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA).

Uma aeronave C-295 e respetiva tripulação da Esquadra 502 (Elefantes), da Força Aérea Portuguesa, já iniciou mais um destacamento em apoio da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex), para vigilância das fronteiras marítimas do sul de Espanha”, refere o EMGFA em comunicado.

O EMGFA adianta que a aeronave descolou da Base Aérea n.º 6, no Montijo, distrito de Setúbal, no domingo, sendo o destacamento constituído pela tripulação e equipa de terra, com um efetivo de 15 militares, que estão a operar a partir de Málaga.

A missão vai decorrer até ao dia 12 de dezembro.

“Em virtude do fluxo de migrantes ilegais com origem no norte de África, a agência Frontex, em conjunto com as autoridades espanholas, desenvolve esta operação conjunta, designada ‘Jo Indalo 2019’”, acrescenta o comunicado.