entraram 1.005.504. Destes, a maioria são sírios, 20 por cento são afegãos e sete por cento são iraquianos







O porta-voz da OIM, Joel Millman, concluiu: “Nunca esperámos que atingisse este nível. Só esperamos que estas pessoas sejam tratadas com dignidade”.