Cinco pessoas morreram, esta quarta-feira à tarde, durante um tiroteio numa fábrica de cerveja nos Estados Unidos, avança o jornal Milwaukee Journal Sentinel.

Segundo a imprensa internacional, a polícia foi chamada ao local depois de relatos de tiros, em Milwaukee. 

Depois de atingir os funcionários da fábrica Molson Coors Beverage, o atirador suicidou-se. Tinha 51 anos e era, também ele, funcionário da cervejeira.

“É um dia horrível para os empregados aqui e um dia difícil para qualquer pessoa próxima desta situação", afirmou Tom Barret, presidente de Milwaukee, à imprensa.

Tom Barret adiantou que as autoridades locais pediram "a todos os residentes e pessoas que estejam naquela área para ficarem em casa", acrescentando que "é um dia horrível para os funcionários" daquela cervejeira.

No Twitter, a empresa alertou para a situação e garantiu que "a prioridade são os empregados".

Um homicida maléfico abriu fogo contra a fábrica de cerveja Molson Coors, retirando a vida a cinco pessoas. É algo terrível e os nossos corações estão com as pessoas de Wisconsin”, disse ainda Donald Trump.

 
/ AM/BC - atualizada às 08:00