Um homem foi detido depois de ter atirado um cão pela janela do carro em andamento. Para impedir que o animal pedisse ajuda, prendeu-lhe as patas e o focinho com fita adesiva. O cão passou 12 horas ao relento, com as temperaturas negativas que se faziam sentir no Missouri, nos Estados Unidos.

O suspeito foi identificado como Paul Garcia, de 39 anos, segundo o canal televisivo KMOV, afiliado da CBS.

O animal, de raça dachshund, mais conhecido por “salsicha”, foi encontrado 12 horas depois de ter sido abandonado, por um agente da polícia que patrulhava a área de Old Strate Road. Encontrou o canídeo envolto em fita-cola, desnutrido e em estado grave.

O animal foi levado para uma clínica veterinária, onde foi examinado e tratado. A condição do cão é estável mas vai ficar sob observação nos próximos dias.

O suspeito vai ficar detido até ao pagamento de uma caução de 50 mil dólares.