As autoridades moçambicanas anunciaram, esta quarta-feira, que estão confirmados cinco casos de cólera na cidade da Beira, uma das doenças cuja proliferação é mais receada após o ciclone Idai.

Os cinco casos confirmados foram detetados no centro de saúde do Bairro da Munhava, na cidade da Beira, referiu Ussene Isse, Diretor Nacional de Assistência Médica.

Aquele responsável diz que os casos podem não ter uma relação direta com a destruição provocada pelo ciclone.

No entanto, conter a proliferação de cólera é uma das prioridades das autoridades devido à falta de condições sanitárias agravada pela tempestade.