A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse, neste domingo, que os corpos das 50 pessoas mortas nos atentados de sexta-feira vão começar a ser entregues às famílias a partir do final do dia de hoje.

Ardern explicou que apenas um pequeno número de corpos será entregue inicialmente e os restantes até quarta-feira.

A lei islâmica exige que os corpos sejam limpos e enterrados logo que possível após a morte, geralmente dentro de 24 horas.

Segundo o comissário da polícia neozelandesa, Michael Bush, 36 vítimas do ataque continuam hospitalizadas, duas das quais em estado crítico.

Bush referiu ainda que o australiano Brenton Tarrant será o único responsável pelo ataque armado às mesquitas de Al Noor e de Linwood, na cidade de Christchurch.

Christchurch, com cerca de 376.700 habitantes, é a maior cidade da Ilha Sul da Nova Zelândia e a terceira maior cidade do país, localizada na costa leste da ilha e a norte da península de Banks. É a capital da região de Canterbury.