Um jovem de 18 anos morreu hoje após ser baleado na favela Cidade de Deus, localizada na cidade brasileira do Rio de Janeiro, durante uma distribuição de cestas de comida para moradores da área afetados pela pandemia da covid-19.

Segundo informações publicas pelo jornal Extra, o jovem foi baleado no mesmo momento em que agentes da polícia iniciaram uma operação no local.

Moradores e lídes comunitários da Cidade de Deus disseram que os tiros começaram com a entrada de um veículo blindado da Polícia Militar na favela, no momento me que 200 cestas de alimentos eram distribuídas para famílias pobres.

O jovem foi alvejado, segundo as mesmas testemunhas, no meio de uma grande confusão quando as pessoas que estavam no local tentavam se esconder, tendo sido socorrido por polícias e levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, mas não resistiu.

Em comunicado, a polícia militar do Rio de Janeiro informou apenas que agentes da polícia do 18.º Batalhão da Polícia Militar de Jacarepaguá e do 41ª Distrito Policial realizaram uma ação conjunta na Cidade de Deus para verificar denúncias de tráfico de drogas e "durante a entrada das equipas, os criminosos atiraram e houve confronto".

Foi a segunda morte ocorrida durante operações da polícia em favelas da região metropolitana do Rio de Janeiro nesta semana.

Na terça-feira, um jovem de 14 anos foi assassinado a tiro durante uma operação da polícia contra traficantes de droga enquanto estava dentro de sua casa, no complexo de favelas do Salgueiro, em São Gonçalo.

/ AM