Uma tempestade de relâmpagos vitimou mortalmente 16 pessoas, que participavam num casamento, na cidade de Shibganj, no Bangladesh, avança a AFP. De acordo com a mesma fonte, o noivo ficou ferido.

O grupo tinha acabado de deixar o barco, onde se encontrava, para se abrigar da tempestade, mas em poucos segundos caíram vários relâmpagos e os convidados não tiveram tempo de se esconder, explicou o governador da cidade, Sakib Al-Rabby, à AFP. Acrescentado ainda que a noiva não se encontrava na festa, naquele momento.

Fortes monções têm fustigado algumas regiões do Bangladesh. Por exemplo, uma semana de chuva torrencial no distrito de Cox's Bazar, no Sudeste, fez pelo menos 20 mortos, entre os quais seis refugiados Rohingya.

Todos os anos, os relâmpagos vitimam centenas de pessoas neste país localizado no sul da Ásia. Dados oficiais revelam que em 2016, por exemplo, os relâmpagos vitimaram mortalmente 200 pessoas, sendo que 82 morreram num único dia, em maio desse ano. E este é sempre o mês com mais incidentes no país.

Vários especialistas defendem que o aumento destas tempestades de relâmpagos está relacionado com a deflorestação. Um facto que levou o país a plantar milhares de árvores, para tentar diminuir o número de mortes associadas a este fenómeno.
 

Redação / PP