Um motorista de autocarro foi espancado e ficou com lesões que o deixaram em morte cerebral, depois de impedir a entrada no veículo de passageiros que não tinham bilhete e se recusavam a usar máscara, como medida de proteção contra o novo coronavírus.

O incidente aconteceu este domingo à noite, na cidade de Bayonne, no Sul de França. Pelo menos cinco pessoas terão já sido detidas na sequência do incidente.

De acordo com a agência noticiosa AFP, o homem, com cerca de 50 anos, foi violentamente agredido depois de impedir que vários passageiros entrassem no autocarro, por não cumprirem as normas de segurança.

De acordo com a estação de rádio France Bleu, os passageiros queriam ainda embarcar no autocarro acompanhados de um cão, que não estava autorizado a viajar.

O uso de máscaras é obrigatório em França para quem utiliza transportes públicos.

O incidente já mereceu a condenação das autoridades locais e os transportes públicos da região sofreram alterações, depois de vários motoristas se recusarem a trabalhar na sequência do incidente.

Manuela Micael