Quatro membros de uma família muçulmana foram mortos e uma criança ficou ferida, na noite de domingo, depois de um ataque "premeditado" por um homem, que conduzia uma carrinha pick-up, na cidade de Londres, a sul de Ontário.

O anúncio foi feito esta terça-feira pela polícia local, que adiantou que o suspeito, um homem com 20 anos, foi detido pouco depois do ataque e acusado de quatro homicídios com premeditação e uma tentativa de homicídio.

Há provas de que se tratou de um ato premeditado e planeado, motivado por ódio. Acreditamos que as vítimas foram atacadas por serem muçulmanas", disse Paul Waight, investigador da polícia de London, onde ocorreu o ataque.

Os nomes das vítimas não foram divulgados, mas incluem uma mulher de 74 anos, um homem de 46 anos, uma mulher de 44 anos e uma menina de 15 anos - juntos representando três gerações da mesma família, segundo o governante da cidade onde ocorreu o ataque, Ed Holder.

Um rapaz de nove anos também foi hospitalizado após o ataque e está neste momento sob cuidados médicos.

"Deixe-me ser claro, este foi um assassinato em massa perpetrado contra muçulmanos, contra londrinos, enraizado em ódio indizível", disse Holder.

Henrique Magalhães Claudino / Com Lusa