A rede extremista Al-Qaeda está a enfrentar uma dura crise financeira, enquanto que a rede Talibã encontra-se numa situação mais privilegiada, de acordo com informações do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, noticia a «BBC».

De acordo com David Cohen, que monitoriza o financiamento dos grupos considerados terroristas no Tesouro, a rede já terá feito diversos apelos por fundos este ano.

«Nós avaliámos que a Al-Qaeda atravessa a pior situação financeira desde os últimos anos e, como resultado, sua influência está enfraquecida», afirmou Cohen.

O oficial afirmou ainda que a liderança da rede extremista já alertou que a falta de recursos está a prejudicar os esforços do grupo no recrutamento e no treino.

Porém, Cohen realçou que a situação pode ser revertida rapidamente, já que a organização possui diversos doadores que estão «prontos, dispostos e capazes de contribuir».
Redação / AB