A Nike, em parceria com uma empresa de Brooklyn, em Nova Iorque, reformulou um modelo de ténis e lançou uma edição limitada com pormenores religiosos. O preço também subiu e, mesmo custando quase três mil euros, esgotaram num ápice.

Os “Jesus Shoes” (sapatos de Jesus) são nem mais nem menos que os clássicos Nike Air Max 97s, mas com alguns detalhes que custam mais alguns euros.

Esta edição de ténis mantém o branco como cor principal, mas traz, além de um crucifixo de Jesus nos atacadores, uma bolsa na sola que contém água benta, do rio Jordão.

Estes permitem, literalmente, andar sobre água benta, um feito não ao alcance de todos. Nem de todas as carteiras. Cada par de ténis custa cerca de 2720 euros.

A Nike desenvolveu este modelo em parceria com a MSCHF em Nova Iorque, nos Estados Unidos, e o sucesso foi tal que o stock esgotou em minutos.

Além dos adereços de cariz religioso, este é um calçado com potencial para agradar a muitos crentes: os ténis foram abençoados por um padre.

Os pormenores vão além destes “detalhes”. A marca incluiu numa das laterais um versículo da Bíblia e um apontamento que simboliza o sangue de Cristo.

A ideia é, à semelhança dos escritos que lembram a caminhada de Jesus Cristo sobre o mar, permitir que todos, ao usarem os “Sapatos de Jesus”, andem sobre a água.

Aliás, o versículo de Mateus inscrito na lateral dos ténis, MT.14:25, é a referência a esse momento, ao dizer “à quarta vigília da noite, dirigiu-se Jesus para eles, andando por cima do mar”.

Na terça-feira, o youtuber Unbox Therapy, que tem mais de 15 milhões de seguidores, fez a abertura da caixa dos ténis e analisou este modelo.

O vídeo da demonstração tem, até ao momento, mais de 1 341 359 visualizações.