Zanele e Jamie sempre quiseram casar a 5 de maio. Antes do grande dia, resolveram fazer uma viagem de sonho, uma espécie de pré-lua de mel, ao Zimbabué. Uma viagem que quase foi fatal.

No dia 30 de abril, Zanele Ndlovu, de 25 anos, foi atacada por um crocodilo, durante um passeio de canoa com o noivo no rio Zambezi.

Em declarações à BBC, a jovem relata o que lhes aconteceu: “Não tínhamos qualquer medo. Eles disseram-nos: ‘vocês vão ver alguns crocodilos’, mas nunca nos alertaram que podíamos ser atacados.”

“Eram águas muito tranquilas. Não vimos ou ouvimos nada”, recorda Jamie Fox, de 27 anos, que namorava com Zanele há cerca de um ano e meio.

O casal fez uma selfie antes de entrar na canoa e nada levava a crer que qualquer coisa pudesse correr mal. No início, o passeio foi tranquilos, mas, de repente, um crocodilo "saltou" para fora do rio, como conta Jamie.

O animal atacou a jovem e a canoa e fez com que a embarcação virasse e o casal caísse à água. "Ele mordeu-me pelo menos três vezes neste braço", disse ela, apontando para o membro que os médicos foram obrigados a amputar-lhe.

"O meu primeiro pensamento foi: 'Vou morrer'. A água estava cheia de sangue, mas, então, depois de algum tempo, pensei: 'Não, vou lutar'. Aguentei firme, até que os guias conseguissem salvar-me e colocar-me na canoa deles."

Zanele tratada num hospital em Bulawayo. Os médicos tiveram de lhe amputar o braço direito, que o crocodilo tinha deixado completamente desfeito. E a recuperação surpreendeu até os próprios médicos.

Um ou dois dias após ela operada, o médico disse-lhe: 'Estamos a ver que se está a recuperar bem’. E disse-lhe que o hospital permitiria que realizássemos o casamento ali, na capela."

O casal não quis adiar a cerimónia, apesar das circunstâncias. Um casamento muito diferente daquilo que tinham sonhado, mas que Zanele considera que valeu a pena: "A vida é imprevisível. Sabe quando dizem que, quando fazemos planos, Deus ri de nós? Isso faz bem mais sentido para mim agora."