Era suposto ser um dia de festa, mas acabou em tragédia. Uma limusine que transportava vários casais para uma festa de aniversário, em Nova Iorque, nos EUA, não parou no cruzamento e atingiu um veículo estacionado, provocando a morte a 20 pessoas.

Segundo a CNN, que cita o vice-superintendente da Polícia do Estado de Nova Iorque, Chris Fiore, a limusine Ford Excursion 2001 circulava para sudoeste, na State Route 30, mas não parou no cruzamento com a State Route 30 A e colidiu com um SUV em um estacionamento pouco antes das 14 horas do passado sábado.

As 18 pessoas que viajavam na limusine, incluindo o motorista, morreram, disse ainda Fiore. As restantes vítimas mortais caminhavam no local da tragédia.

Erin Vertucci e o marido, Shane McGowan, que se casaram em junho, estão entre vítimas da limusine, segundo confirmou a tia da jovem, Valerie Abeling. As autoridades recusaram, para já, revelar os restantes nomes, mas os media norte-americanos falam também de quatro irmãs e dos seus maridos, e que o aniversário seria de uma delas, embora não se perceba se Erin Vertucci será uma dessas irmãs.

Segundo o mesmo responsável da polícia, a investigação em curso vai permitir apurar se os ocupantes da limusine estavam a usar cintos de segurança, se os travões do veículo estavam a funcionar ou se o motorista estava em excesso de velocidade.

A equipa do National Transportation Safety Board espera permanecer no local por cerca de cinco dias, disse o presidente do NTSB, Robert Sumwalt.

"20 vítimas mortais é simplesmente horrível", disse Sumwalt. "Estou no concelho há 12 anos e esta é uma das maiores perdas de vidas que vemos em muito tempo (…) este é o acidente de transporte mais mortal neste país desde fevereiro de 2009. "