Aos 60 anos, Judie Johnson tem uma vasta experiência como nadadora, mas o momento por que passou numa praia da Nova Zelândia tem tanto de único como de assustador.

Enquanto nadava em Hahei Beach, Judie viu-se rodeada por três animais de grande porte que, inicialmente, pensou serem golfinhos. Na verdade tratavam-se de três orcas, uma adulta e duas mais jovens, também apelidadas de baleias assassinas.


Vi uma grande mancha branca na parte de trás e pensei: oh meu deus, isto não são golfinhos, são orcas!", revelou à TV New Zealand 1 News.

As orcas podem chegar a pesar nove toneladas e são conhecidas por tentarem brincar com as presas antes de as matarem, mas não é comum que se juntem aos nadadores. Judie admitiu que nadou mais rápido do que o normal, mas não se atreveu a tentar fugir para o areal.

O momento, captado por um drone de um amador, mostra a baleia maior a chegar-se bem perto dos pés de Judie e as restantes a segui-la.  


Senti que tinham tanto interesse e curiosidade por mim, como eu por elas. Foi muito diferente de qualquer coisa que já vivi e pensei como esta é uma experiência que muda a vida", afirmou Judie.

As três orcas acabaram por desistir da perseguição depois de algum tempo a nadarem lado a lado. As imagens estão a correr o mundo e a apaixonar a internet, como exemplo de que homens e animais podem viver em comum e não serem uma ameaça.