Milhares de deslocados do Sul da Somália, região a braços com uma fome sem precedentes, receberam, esta sexta-feira, ajuda das Nações Unidas (ONU), no campo de refugiados de Badbado, em Mogadíscio. O Programa Alimentar das Nações Unidas chegou, esta sexta-feira, a Mogadíscio, com um avião carregado de alimentos. É uma ajuda para amenizar o desespero da fome, mas está longe de ser suficiente.

A segunda ponte aérea das Nações Unidas, que esta sexta-feira chegou à Somália, transportou mais de 14 toneladas de alimentos de emergência, que ajudaram dezenas de crianças subnutridas.

As Nações Unidas estimam cerca de 11 milhões de pessoas na região do Corno de África precisam urgentemente de ajuda. O Ministro dos Negócios Estrangeiros da Somália, Mohamed Ibrahim alertou que mais de 3,5 milhões de somalis podem morrer de fome. A região está a sofrer a sofrer a pior seca em 60 anos.
Redação / MM