O opositor russo Alexei Navalny teve alta do hospital, 32 dias depois do seu internamento, na Alemanha. 

O estado de saúde do paciente melhorou tanto que o tratamento médico foi interrompido", disse o hospital universitário Charité em comunicado.

Navalny foi hospitalizado depois de ser envenenado com o agente neurotóxico Novichok, de acordo com laboratórios europeus.

O hospital alemão onde Navalny esteve internado informou que o estado de saúde do russo melhorou o suficiente para poder ter alta. Os médicos acreditam que Navalny vai ter uma "recuperação total".

Os médicos consideram que uma recuperação total é possível", referiu a nota. No entanto, os médicos sublinham que as possíveis consequências a longo prazo ainda não podem ser avaliadas.

Alexei Navalny sentiu-se mal durante um voo, na Rússia, a 20 de agosto. Inicialmente, foi admitido num hospital siberiano, mas depois foi transferido para a Alemanha, onde foi concluído um envenenamento por Novitchok, uma substância neurotóxica concebida por especialistas soviéticos e com fins militares.

Apesar das conclusões de laboratórios da Alemanha, França e Suécia, Moscovo rejeitou essa possibilidade.

Segundo apoiantes de Navalny, foram ainda encontrados vestígios de Novitchok numa garrafa de água recolhida no seu quarto de hotel na Sibéria.

Entretanto, o Supremo Tribunal da Rússia dissolveu o partido político "A Rússia do Futuro", fundado por Navalny.

Sofia Santana