O presidente da Ordem dos Médicos japonesa, Toshio Nakagawa, acredita que o país está a ser alvo de uma “terceira vaga” de covid-19. À CNN, o especialista diz que a convicção se prende com o recente aumento do número de infeções.

Além deste alerta, o especialista exortou o governo a intensificar as medidas de prevenção para impedir a disseminação do novo coronavírus.

Só na quarta-feira, o ministério de Saúde do Japão reportou 1.546 novos casos - o maior número de infeções diárias desde o dia 7 de agosto, quando se registou o pico da segunda vaga – e 10 mortes.

Só em Tóquio foram reportados 317 novos casos de infeção na quarta-feira.

Desde o início da pandemia, o Japão já reportou 112.423 infeções e quase duas mil mortes.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.275.113 mortos em mais de 51,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lara Ferin