Um homem britânico diz que vive um autêntico pesadelo depois de o irmão gémeo ter sido condenado por crimes de pedofilia. Owen Evans, de 42 anos, contou ao jornal Wales Online que é constantemente confundido com o irmão, Gavin, e que, por isso, vive diariamente com medo.

O “inferno” de Owen Evans começou depois de o irmão gémeo, Gavin, ter sido condenado a quatro anos de prisão pelo Tribunal de Swansea por crimes de pedofilia.

O tribunal deu como provado que Gavin, um antigo funcionário de um supermercado, trocou imagens de abusos sexuais de menores com outros homens e participou em aliciou raparigas menores em conversas através da Internet.

Crimes que o irmão desconhecia. Owen Evans revelou ao jornal Wales Online que nem ele nem a família sabiam o que Gavin fazia e que ficaram horrorizados quando o descobriram.

O que ele fez foi chocante – eu fiquei horrorizado – e ele minimizou os atos que o levaram à prisão”, sublinhou Owen Evans.

Owen Evans à esquerda e Gavin Evans à direita

O problema é que Owen, sendo gémeo idêntico de Gavin, é constantemente confundido com o irmão. O britânico diz que, por causa disso, vive diariamente com medo e que é como se também ele tivesse de cumprir uma pena, apesar de não ter cometido qualquer crime.

Vou ter sempre pessoas a chamarem-me pedófilo. Vou estar sempre a olhar po cima do ombro. (...) Ele não vai ter mais preocupações nos próximos anos, nós é que vamos ter de ouvir isto”, desabafou.

Owen contou que a sua companheira até já foi insultada na rua.

A minha companheira foi acusada de viver com um pedófilo”, frisou.

O britânico garantiu ainda que nunca mais vai voltar a falar com o irmão.