Morreu o panda mais velho do mundo. O urso Pan Pan, de que descendem 140 animais desta espécie perdeu a vida num centro na cidade chinesa de Dujiangyan, informou a imprensa oficial.

Tinha 31 anos, o equivalente a 93 anos nos humanos, e era mais o velho do mundo, depois de em outubro ter morrido em Hong Kong a panda Jia Jia, aos 38 anos.

Pan Pan encontrava-se debilitado, devido à idade: sofria de cataratas, tensão arterial alta, tinha dificuldades em alimentar-se por ter má dentição e em junho passado foi-lhe diagnosticado cancro.

Este panda pertencia a uma espécie que representa um quarto dos que vivem em cativeiro em todo o mundo.