Com o número de mortos a aumentar todos os dias, a cidade de São Paulo, no Brasil, vê-se forçada a estender o horários dos cemitérios e a realizar funerais à noite. 

A medida já está em vigor em quatro dos 22 cemitérios públicos da capital, que funcionam até às 22 horas e têm mais 50 funcionários do que o habitual para dar resposta à pandemia de covid-19. Também vão ser compradas escavadoras e postes de iluminação.

"O objetivo da nova medida é otimizar o serviço de sepultamento diário, a fim de amenizar o sofrimento dos familiares e garantir dignidade no momento do funeral", informou a prefeitura da cidade.

O Brasil ultrapassou na quinta-feira, pela primeira vez na pandemia, os 100 mil casos de infeção (100.158) pelo novo coronavírus num único dia e somou mais 2.777 mortes.

Maria João Caetano