Os reguladores norte-americanos permitiram na terça-feira a utilização de emergência do primeiro teste rápido para detetar o novo coronavírus, que pode ser realizado inteiramente em casa e apresenta resultados em 30 minutos.

O anúncio feito pela Administração Federal de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos representa um passo importante nos esforços do país para expandir as opções de testes à covid-19.

No entanto, o teste exigirá uma prescrição médica, limitando provavelmente a utilização inicial.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (247.229) e também com mais casos de infeção confirmados (mais de 11,2 milhões).

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.328.048 mortos resultantes de mais de 55 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

/ LF