França manteve-se este sábado acima dos 40 mil contágios diários de covid-19 e registou 190 mortes associados à doença, tendo aumentado a pressão hospitalar, já muito alta.

O país registou um novo aumento no número de hospitalizados, que são já 27.259, e de pacientes internados nos cuidados intensivos (4.791), de acordo com dados divulgados hoje pelas autoridades de saúde francesas.

A nível nacional, a ocupação de camas de unidades de cuidados intensivos é de 94,2%, sendo que na região de Paris esse número atinge os 124%.

França registou nas últimas 24 horas 42.619 novos casos, para um total de 4,508 milhões de contágios, e 190 mortes em hospitais, elevando o número total de óbitos para 94.465.

A taxa de incidência a nível nacional é de 337 casos por 100 mil habitantes nos últimos sete dias, mas em Val-d’Oise, na região de Paris, atinge os 741,2 casos.

Tendo em conta o aumento dos números, o Governo francês decretou confinamento em 19 departamentos, que totalizam 35% da população total do país, estando outros 16 em “vigilância reforçada” e não estão descartadas medidas mais restritivas, caso a situação não melhore.

Na sexta-feira, o Governo francês anunciou que mais de 90 mil polícias iriam vigiar o cumprimento das restrições, que inclui a proibição de se sair das regiões confinadas.

/ MJC