A incidência acumulada de covid-19 em sete dias aumentou na Alemanha para 164 casos por 100.000 habitantes, em comparação com 161,1 de quinta-feira, com 27.543 novas infeções nas últimas 24 horas.

O número de mortes relacionadas com o novo coronavírus subiu para 265 nas últimas 24 horas, de acordo com dados do Instituto Robert Koch de virologia hoje atualizados.

O fator de reprodução semanal é 1,01, o que significa que cada 100 infetados infeta uma média de 101 outras pessoas.

A incidência semanal aumentou desde meados de fevereiro e está claramente acima de 100 sem exceções regionais, enquanto o fator de reprodução está em torno de 1.

Aproximadamente desde meados de março foi observada uma aceleração de novas infeções. Após uma queda momentânea de casos durante as férias da Páscoa, este forte aumento de novas infeções parece continuar”, indica o RKI.

"Se os dados forem analisados por semanas, não há recuo claro nas novas infeções e na incidência semanal nas últimas quatro semanas", acrescenta.

“Porém, no momento não é possível estabelecer com certeza a partir da incidência semanal dos últimos dias se essa tendência continua”, indica.

O número máximo de infeções foi registado em 18 de dezembro com 33.777 e o número de óbitos em 14 de janeiro, com 1.244, enquanto a incidência atingiu o seu pico em 22 de dezembro com 197,6.

O número de positivos desde o início da pandemia totaliza 3.245.253 (dos quais 2.865.000 são pacientes recuperados) e o número de óbitos 81.158.

Nas unidades de cuidados intensivos com covid-19 foram internados na quinta-feira 5.049 pacientes (o que representa mais 62 em um dia), dos quais 2.840 (56% e mais 68 em relação a quarta-feira) precisam de ventilação assistida, de acordo com a Associação Interdisciplinar de Terapia Intensiva e Medicina de Emergência (DIVI).

Em apenas um dia, as unidades de cuidados intensivos receberam 581 novos pacientes com covid-19 e 111 dos internados morreram.

Atualmente, 21.109 camas nos cuidados intensivos estão ocupadas, mais 1.913 por pacientes menores, e 2.834 estão livres, além de 902 reservadas para crianças.

Na Alemanha, 5.724.561 pessoas receberam as duas doses da vacina (6,9% da população) e 17.932.380 (21,6%) pelo menos uma, segundo relatório divulgado quinta-feira pela RKI.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.060.859 mortos no mundo, resultantes de mais de 143,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

/ LF