A Itália registou mais 562 mortes devido a covid-19 nas últimas 24 horas, período em que se registaram 28.337 novos casos, números abaixo dos registados nos últimos dias, embora o número de testes tenha sido inferior, informou a EFE.

O Ministério da Saúde de Itália adiantou que foram realizados 188.747 testes de despiste à covid-19 nas últimas 24 horas, quase 48.500 menos do que no dia anterior.

Com os dados do último dia, Itália regista agora um total de 1.408.868 casos de contágio desde 21 de fevereiro, quando foi declarada a emergência a nível nacional, e 49.823 mortos.

Foram declaradas recuperadas da covid-19 13.574 pessoas nas últimas 24 horas, mas há 3.801 doentes internados em unidades de cuidados intensivos (+43).

A região da Lombardia (norte de Itália), a mais afetada pela pandemia, comunicou 5.094 novos casos de infeção e a Campânia (sul do país) registou 3.217, com as outras regiões com valores abaixo dos três mil novos casos.

Itália, como o resto da Europa, está a ponderar cenários para evitar a propagação do vírus em dezembro, especialmente na época do Natal, sem penalizar demasiado a economia.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou hoje que se houver um relaxamento exagerado das medidas de contenção nas próximas semanas há o risco de uma terceira onda da pandemia logo no arranque de 2021.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,3 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 3.897 em Portugal.

/ LF