Portugal mantém-se abaixo dos 80 países com mais novos casos diários de infeção pelo SARS-CoV-2 por milhão de habitantes nos últimos sete dias, apesar de ter aumentado neste indicador, segundo o 'site' Our World in Data.

Na semana passada, Portugal estava com uma média diária de novos casos por milhão a sete dias de 41,02 e esta segunda-feira aumenta para 58,27, mas sem oscilação significativa em relação ao resto dos países, o mais afetado dos quais continua a ser o Uruguai (que continua no topo da tabela, com 1.105 novos casos por milhão), seguido do Bahrein (641,84), Suécia (625,36), Chipre (618,47), Turquia (613,11), Sérvia (515,18), Estónia (514,23), Polónia (513,69), Hungria (505,63) e França (495,58).

A média da União Europeia desce de 363,4 na segunda-feira passada para 310,26 e a média diária mundial aumenta de 75,8 para 86,55 casos por milhão de habitantes nos últimos sete dias.

Quanto à média diária de mortes atribuídas à covid-19 por milhão de habitantes nos últimos sete dias, Portugal desceu na última semana de 0,59 para 0,52, na União Europeia subiu-se de 5,46 para 5,75 e no mundo de 1,27 para 1,52.

No cimo da lista dos países com mais mortes por milhão de habitantes nos últimos sete dias, a Hungria continua o pior neste indicador, descendo ligeiramente de 25,77 para 25,17, seguida da Bósnia e Herzegovina (23,64 para 23,33), Macedónia do Norte (que sobe de 18,77 para 19,45), Bulgária (18,07 para 17,04) e Uruguai (14,85).

Portugal é o 11.º país com mais casos de infeção por milhão de habitantes desde o início da pandemia entre as nações com mais de um milhão de habitantes, numa lista encimada pela República Checa, com 147.557 casos.

Quanto ao total de mortes atribuídas à covid-19 por milhão de habitantes desde o início da pandemia, Portugal passa de 12.º para 14.º país, com 1.658 óbitos, numa lista também encabeçada pela República Checa, com 2.596 mortes.

No que toca à vacinação, Portugal surge em 28.º lugar entre os países com mais de um milhão de habitantes, com doses administradas a 21,58% da população, avançando a um ritmo diário de 0,41% nos últimos sete dias.

/ MJC