O Papa Francisco desejou esta quarta-feira que as restrições e dificuldades decorrentes da pandemia possam servir para descobrir um Natal mais autêntico e menos consumista.

Durante a sua catequese na audiência geral, na biblioteca do palácio apostólico, onde se realizam audiências sem fiéis por causa da pandemia, o Papa convidou a celebrar “o Natal, o verdadeiro, isto é, o nascimento de Jesus Cristo”.

Neste ano de restrições e incómodos, pensemos no Natal da Virgem Maria e de São José: não foram fáceis! Quantas dificuldades! Quantas preocupações! No entanto, a fé, a esperança e o amor os guiaram e incitaram. Que assim seja para nós também", afirmou o chefe da Igreja Católica.

O Papa disse ainda esperar que as dificuldades devido ao coronavírus ajudem "a purificar um pouco a forma de viver o Natal, de festejar, de sair do consumismo, e que sejam mais religiosos, mais autênticos e mais verdadeiros".

/ CE