O papa Francisco condenou todo o tipo de violência e exploração contra menores e descreveu este tipo de crimes como "uma praga" e "um grito escondido que deve ser escutado por todos", relatou a agência noticiosa espanhola EFE.

Estas reflexões do papa Francisco foram ditas da varanda do palácio do Vaticano após a missa dominical.

Rezo também e peço-vos para rezarem comigo por todos os menores vítimas de violência, de maus-tratos, de exploração e da guerra. Trata-se de uma praga, de um grito escondido que deve ser escutado por todos e que não podemos de deixar de ver e escutar", disse o Sumo Pontífice.

O papa já se havia insurgido várias vezes contra a exploração de menores, classificando esse flagelo como uma forma de “escravatura moderna”, lançando também apelos para erradicar o problema.