Pelo menos 28 pessoas morreram e 40 ficaram feridas, no Paquistão, num acidente envolvendo um autocarro que transportava trabalhadores de regresso a casa para o grande feriado muçulmano do Eid al-Adha, ou Festa do Sacrifício.

O autocarro, que chocou com um camião, tinha saído da localidade de Sialkot com destino à cidade de Dera Ghazi Khan, na província oriental paquistanesa do Punjab, disse à agência Associated Press (AP) o agente superior da polícia Hassan Javed.

A causa exata do acidente ainda está por apurar, acrescentou.

Os socorristas transportaram os mortos e feridos para um hospital próximo.

De acordo com o responsável pela equipa de resgate no local, alguns dos feridos encontram-se em estado crítico.

Os passageiros viajavam para a sua terra natal para celebrar a Festa do Sacrifício, um festival que dura quatro dias, durante os quais os muçulmanos abatem gado e distribuem carne pelos pobres.

Os acidentes mortais são comuns no Paquistão, devido à má infraestrutura rodoviária e ao desrespeito pelas regras de trânsito.

/ CM