As comemorações do Dia de São Valentim não são bem vistas pelos regimes não ocidentais. Na cidade de Karachi, no Paquistão, podem-se encontrar alguns painéis que protestam a celebração, que dizem ser um insulto à religião islâmica.



Num dos painéis colocados pode-se ler a mensagem: «essa tradição reflete insensibilidade, indignidade e ignorância do islão». O movimento «Diga não ao Dia de São Valentim» foi criado por um grupo, afiliado do partido religioso Jamaat-e-Islami.

Segundo a Reuters, o porta-voz do partido disse que a celebração «é contra a cultura islâmica. Na nossa opinião, os relacionamentos são sagrados. Temos casamentos arranjados nesta cultura e as pessoas não se casam por amor».

Noutra cidade do Paquistão, Peshawar, também houve protestos contra o Dia dos Namorados. Algumas pessoas queimaram cartões românticos e protestaram em frente às câmaras de televisão.
Redação / LP