Uma criança de quatro anos passou o último ano a lutar pela sua vida depois de ter sido atingida na cabeça pela pata de um cavalo enquanto caminhava com o pai.

Madison Roome tinha dois anos quando se feriu enquanto caminhava com seu pai, Alistair  e alguns seus amigos numa estrada em Claygate, na cidade britânica de Surrey, em maio de 2020.

O pai não estava a observar a filha quando o cavalo lhe acertou no rosto com o casco.

O pai contou à imprensa britânica que só se apercebeu do incidente quando uma das amigas da criança gritou por ela.

Naquele momento, afirma, sentiu um “pânico total” ao ver sangue a escorrer-lhe dos olhos e da boca.

“Eu vi a cara dela, o sangue a escorrer dos olhos, a boca e um enorme corte na sua cabeça. Estava deitada inconsciente. Foi simplesmente horrível”.

Paramédicos da tripulação da Ambulância Aérea de Kent, Surrey e Sussex chegaram em minutos e colocaram Madison dentro de um helicóptero.

A vítima foi levada para o hospital St George em Tooting, no sul de Londres, onde passou por várias operações para restaurar a cara.

Redação