Um casal norte-americano encontrou um diamante amarelo de 4,38 quilates no parque estadual Cratera dos Diamantes, no Arkansas, Estados Unidos.

Noreen Wredberg e o seu marido Michael reformaram-se em 2011 e, desde de então, têm-se dedicado a viajar um pouco por todo o país. Um dos locais que o casal pretendia visitar era precisamente o famoso parque.

Eu vi o local pela primeira vez num programa de televisão há alguns anos. Quando percebi que não estávamos muito longe do parque, soube que tínhamos de lá ir, contou a mulher ao responsável do parque, Waymon Cox.

O Parque Cratera dos Diamantes é considerado uma "mina aberta ao público" e é alvo de descobertas constantes de pedras preciosas. E o melhor é que os visitantes podem levar consigo os achados.

Noreen e Michael decidiram então explorar o local e tentar a sua sorte. Depois de cerca de 40 minutos de caminhada, a mulher finalmente viu uma pedra a brilhar no solo.

Não sabia se era um diamante, mas estava limpo e brilhante, por isso apanhei-o", descreveu Noreen, citada pela CNN.

A pedra foi posteriormente examinada ao microscópio pelo Centro de Descobertas de Diamantes do parque.

Quando vi pela primeira vez o diamante ao microscópio, pensei: 'Uau, que forma e cor tão bonitas!' A pedra preciosa pesa mais de quatro quilates e é mais ou menos do tamanho de uma goma, tem formato de pera e cor de limonada, descreveu o coordenador do parque, Caleb Howell.

O diamante de 4,38 quilates é o maior encontrado no parque desde setembro do ano passado, quando um homem descobriu uma pedra preciosa com 9,04 quilates.

Segundo Waymon Cox, no dia em que o casal foi ao parque, as condições para encontrar um diamante eram perfeitas,  já que tinha chovido dias antes.

Quando chove, a terra não se agarra e o sol reflete-se nos diamantes, tornando-se mais fácil encontrá-los", afirmou o coordenador.

Desde 1906, foram descobertos mais de 75 mil diamantes. Só este ano foram encontrados 258 diamantes, que, ao todo, pesam mais de 46 quilates.

Redação / IC