Um ciclista australiano morreu, este domingo, depois de ser atacado por uma espécie de pega, um pássaro nativo da Austrália, que se torna particularmente agressivo na época do acasalamento. Numa cena digna de um filme de Alfred Hitchcock, o homem foi atacado pelo pássaro e, numa tentativa de fuga, saiu da estrada e colidiu com um poste.

O homem, de 76 anos, sofreu graves ferimentos no crânio. Foi levado de helicóptero para o hospital, mas acabou por não resistir aos ferimentos.

A época de acasalamento destas aves ocorre entre setembro e outubro, altura da primavera na Austrália. Este ano, começou um pouco mais cedo, por causa do tempo quente, e desde agosto que várias regiões do país estão a ser invadidas por estes animais.

As pessoas chegam a andar na rua com capacetes e bastões, para se defenderem de eventuais ataques. São aves de bico e garras afiadas, pelo que podem provocar ferimentos de monta, principalmente em pessoas mais vulneráveis ou animais.

Só este ano, a Austrália já registou 189 incidentes com estas aves, envolvendo pessoas feridas.

As pegas australianas são uma espécie protegida e é proibido matá-las ou danificar-lhes ninhos e ovos.