Sete pessoas morreram e uma ficou ferida na sequência de uma explosão numa fábrica a sudoeste de Pequim, informaram hoje as autoridades chinesas.

O incêndio começou na quinta-feira, numa planta de fabrico de polietileno, na vila de Wuji, província de Hebei. O polietileno expandido é um tipo de espuma utilizada no fabrico de embalagens e outros usos industriais.

As autoridades disseram que o trabalho de resgate e salvamento foi concluído e a causa do incidente está a ser investigada.

A China regista frequentemente incêndios e explosões em fábricas.

Em agosto de 2015, uma explosão num armazém abalou a cidade portuária de Tianjin e matou 173 pessoas.

Os investigadores descobriram que o armazém continha depósitos ilegais de nitrato de amónio. Muitos dos mortos eram bombeiros e outros socorristas.

/ CM