Sessenta e três pinguins-africanos, uma espécie em risco de extinção, foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, naquilo que segundo os especialistas é um evento raro.

As aves, que pertencem a uma espécie protegida, foram encontradas mortas com várias picadas de abelhas em torno dos olhos.

É uma ocorrência muito rara. Não esperamos que aconteça muitas vezes", afirmou David Roberts, um dos conservadores que trabalham na colónia de Simonstown, perto da Cidade do Cabo.

Em declarações à agência AFP, este homem, que também trabalha para a Fundação Sul-Africana para a Conservação de Pássaros da Costa, acrescentou que várias abelhsa foram também encontradas mortas no local.

Ainda estamos a testar amostras para outras possíveis toxinas ou doenças, para descartar outra possível causa", afirmou a agência que gere os parques nacionais na África do Sul.

Os pinguins-africanos são distintos pelo seu tamanho particularmente pequeno. Costumam ser encontrados na costa e em ilhas perto da África do Sul e da Namíbia.

Nos últimos anos, a população destes animais tem decrescido rapidamente, em grande parte por causa da pesca comercial e das alterações climáticas.

António Guimarães