A “geringonça”, fenómeno político português, já fez correr tinta em várias publicações internacionais, mas agora é ao som da banda portuguesa Despe e Siga que mais uma vez é usada como exemplo. O autor da, à partida, estranha simbiose é Pablo Iglesias, líder do Podemos.

O político espanhol escolheu a rede social Twitter e publicou um vídeo de dois minutos em que apresenta a “geringonça”. Como música de fundo, Pablo Iglesias escolheu o tema Rádio Ska para dar ritmo à publicação.

Apesar do tema descontraído, a mensagem não podia deixar de ser política. Na introdução ao tweet, o líder do Podemos questiona:

“Se em vez de pactuarem com o Cidadãos, tivessem apostado em aliar-se a nós, talvez Espanha tivesse conseguido o que Portugal conseguiu”, numa referência à coligação do PP com o Cidadãos.

No vídeo, Pablo Iglesias começa por apresentar os membros da “geringonça”, António Costa, Jerónimo Sousa e Catarina Martins e diz mesmo que foi assim que Portugal disse adeus à austeridade. O vídeo diz que os portugueses conseguiram baixar o défice, algo que Rajoy não conseguiu apesar de estar no pode desde 2011, e diz que o fez indo contra as recomendações das Europa, do FMI e de governos neoliberais.

A publicação enumera os feitos do governo de Costa, nomeadamente a baixa do desemprego, mas também a reposição de salários, as 35 horas semanais e até os cortes nos colégios privados.

O vídeo termina alegando que a “gerigonça” conseguiu tudo isto com um aspeto fundamental e o mais importante: “sem roubar”.