A imprensa venezuelana noticia esta segunda-feira, nalguns casos na primeira página, a vitória de António Costa e do Partido Socialista (PS) nas eleições legislativas de domingo em Portugal sublinhando, no entanto, que não obteve a maioria absoluta.

António Costa continuará mandando em Portugal", diz a capa do diário Últimas Notícias (UN).

O UN acrescenta que “o PS melhorou o seu resultado em relação ao obtido há quatro anos, quando conseguiu 32,31% dos votos, mas terá que voltar a obter apoios para conseguir governar".

Explica ainda que as eleições legislativas em Portugal tiveram lugar "após quatro anos de Governo socialista, em minoria, apoiado pelo Bloco de Esquerda, os comunistas e os Verdes" e, agora, o partido de extrema direita Chega conseguiu entrar no parlamento, com 1,17% dos votos e elegendo um deputado.

António Costa ganha as eleições em Portugal", diz também o diário venezuelano 2001.

Este jornal explica que o PS, liderado por António Costa, ganhou as eleições de domingo com 37,22 por cento dos votos e que a segunda força é o Partido Social Democrata (PSD) que obteve 29,95 por cento dos votos, enquanto que o Bloco de Esquerda conseguiu 8,82 por cento.

O 2001 refere ainda os resultados de outros partidos, dizendo que a CDU obteve 5,61 por cento dos votos, o CDS-PP 4,5 por cento, o PAN 2,64 por cento e que a abstenção foi de 53,04%.

El Nacional escreve que "os socialistas ganharam as eleições legislativas em Portugal" mas estarão "obrigados a procurar apoios para voltar a governar, como aconteceu há quatros anos" quando "recorreram a outros partidos de esquerda para dar a volta a umas eleições ganhas pela direita".

O diário Primícia, por seu turno, refere que "o primeiro ministro português conseguiu ampla vantagem nas legislativas" de domingo, ficando "comodamente à frente" ao obter 37,22% dos votos, com a promessa de que "o PS se esforçará para conseguir soluções para assegurar a estabilidade”.

Portugal passa a ser um dos únicos casos em Europa onde os socialistas governam e onde a extrema direita não ganha terreno", diz ainda este jornal.

A estação de televisão estatal Telesul cita António Costa e diz que a sua eleição “representa estabilidade, equilíbrio e sentido comum para o bem-estar da cidadania portuguesa.

"Após a vitória, os opositores reiteraram que esperam uma reavaliação das políticas que reduzem o investimento nacional para cumprir com as normas orçamentais da eurozona", detalha ainda a Telesul.

Também o canal estatal Venezuelana de Televisão (VTV) faz notícia sobre os resultados das eleições legislativas em Portugal, na mesma peça em que fala também do Kosovo.

Os partidos de esquerda venceram as eleições parlamentares realizadas domingo no Kosovo e em Portugal", afirma.