O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul determinou, esta quinta-feira, a libertação do condutor que, em Fevereiro, atropelou 17 ciclistas em Porto Alegre, no Brasil, avança a revista «Veja». O homem estava preso preventivamente desde Março.

O juiz que ordenou a libertação do condutor argumentou que não há qualquer indicação concreta de que ele ameaçaria testemunhas ou vítimas, ou destruísse provas se mantido em liberdade. O magistrado considerou ainda que , mantê-lo preso violaria os princípios de presunção da inocência.

O condutor vai responder por tentativa de homicídio e será julgado pelo Tribunal do Júri da capital do Rio Grande do Sul.
Redação / MM