Cinco portugueses de férias no Irão viram a viagem de regresso a Portugal cancelada devido ao surto de coronavírus que já fez 36 mortos no país

A TVI falou com alguns membros deste grupo que disseram que, no domingo, vão viajar para a Malásia. O grupo tem tentado comprar bilhete da Malásia para Portugal, mas, até agora, sem sucesso.

Através de contactos pessoais, conseguimos arranjar voo para a Malásia. Com isso, temos algum descanso, não sabemos até lá o que poderá acontecer”, afirmou Ricardo Alves, um dos cinco turistas portugueses.

O ministério dos Negócios Estrangeiros tem acompanhado a situação através do Gabinete de Emergência Consular e da embaixada portuguesa em Teerão.

Como sabem, nós aconselhamos, dado o facto de haver consecutivos fechos das ligações aéreas com o Irão, que as pessoas procurassem antecipar as suas viagens de regresso”, afirmou esta quinta-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Nenhum destes portugueses está doente, mas por precaução mantêm-se dentro do alojamento alugado para as férias. De acordo com uma turista do grupo, a cidade iraniana onde se encontram está calma e com poucas pessoas na rua.

Cátia Esteves