A transição de Barack Obama para Donald Trump também colocou o Twitter à prova porque, inadvertidamente, a rede social transferiu milhares de seguidores do ex-presidente para a conta de seu sucessor. Depois, teve que pedir desculpa e corrigir a situação, noticia o The Telegraph.

O uso frequente e agressivo do Twitter por Trump foi uma das características da campanha presidencial. No entanto, sua abordagem não era do agrado dos seguidores de Obama que, até deixar a Casa Branca, era o proprietário da conta oficial @ POTUS - President of the United States. No caso de Obama, POTUS44. 

O presidente Obama twittou a última mensagem da conta @POTUS a 20 de janeiro, dia da tomada de posse do seu sucessor, e pediu que seus seguidores que "partilhem seus pensamentos" no site Obama.org. "Eu continuo a pedir que vocês acreditem - não na minha capacidade de trazer mudanças, mas na vossa. Acredito na mudança porque acredito em vocês", twittou Obama.

O presidente Trump recebeu uma conta POTUS oficial. No entanto, não conseguiu ficar com os milhões de seguidores de Barack Obama. Tem de construi-la a partir do zero. O primeiro tweet da conta foi um link para sua própria página no Facebook, onde o seu discurso de posse tinha sido postado.

Redação / ALM