O Prémio Nobel da Química deste ano vai para John B. Goodenough, M. Stanley Whittingham e Akira Yoshino "pelo desenvolvimento de baterias de iões de lítio", anunciou a Real Academia das Ciências sueca.

O anúncio do prémio foi feito em Estocolmo, na Suécia, pelo secretário geral da Academia, Goran Hansson.

Os vencedores recebem, atualmente, 9 milhões de coroas suecas, ou seja, cerca de 833 mil euros.

Na segunda-feira foi entregue o Prémio Nobel da Medicina aos cientistas norte-americanos William Kaelin e Gregg Semenza e ao britânico Peter Ratcliffe pelas suas descobertas relativas à forma como as células se adaptam às diferenças de oxigénio.

Já na terça-feira, James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz foram distinguidos pela Academia Sueca com o Nobel da Física.