muitas figuras públicas terem desprezado

Reuters

É um homem muito extravagante, muito talentoso, sem dúvida… É o líder absoluto da corrida presidencial, como o vemos hoje. Ele diz que quer ter outro nível de relações, um nível mais profundo, com a Rússia. Como podemos não receber bem isso? Claro que o recebemos bem!”


muçulmanos

“Não somos nós quem tem de decidir se é merecedor. Isso cabe aos eleitores norte-americanos. Quanto às suas políticas internas e às suas mudanças de discurso, que usa para aumentar a sua popularidade, repito, não nos cabe a nós julgar”.