Pelo menos cinco pessoas morreram esta quarta-feira em confrontos durante um protesto anti-governamental em Sanaa, a capital do Iémen, avança a CNN.

Duas das vítimas mortais eram leais ao general Al-Ahmar, que desertou para a oposição, segundo disse um oficial do governo. Os outros três eram soldados do regime.

As forças do governo estão a enviar veículos armados para as manifestações em Sanaa.

Milhares de iémenitas saíram para as ruas de Aden, Taiz, Hodeida e Dhamar em protestos contra o governo.

Além dos mortos em Sanaa, duas outras pessoas foram mortas em Aden, de acordo com a equipa médica do hospital.
Redação / PB