Milhares de pessoas manifestaram-se esta segunda-feira em Barcelona contra uma visita do rei de Espanha. Felipe VI deslocou-se à capital catalã para uma cerimónia de atribuição de prémios.

O rei, a sua mulher e as duas filhas presidiram à cerimónia de entrega dos Prémios Princesa de Girona, que é a filha mais velha do monarca.

Mas o palácio de congressos da Catalunha foi cercado por milhares de manifestantes independentistas, que não querem ver o rei de Espanha em solo catalão.

Alguns participantes no protesto convocado pelos Comités de Defesa da República, uma organização indepedentista catalã, não se limitaram a fazer barulho.

Aqui e ali surgiram escaramuças com apoiantes do rei, mas o ato mais extremo, pelo seu simbolismo, foi a queima em praça pública de retratos do monarca.

Atos como este tendem a reforçar a adesão ao Vox, o partido de extrema-direita que defende o fim da autonomia catalã e o combate sem quartel aos independentistas.

As sondagens mais recentes indicam que o Vox irá ter uma subida muito grande nas eleições que se realizam já no próximo domingo.

/ SS