A primeira grande tempestade de neve da temporada deixou o nordeste dos Estados Unidos coberto de neve, estabelecendo novos recordes de queda de neve numa parte do estado da Pensilvânia e em Boston, Massachusetts.

O aeroporto regional de Williamsport fez história”, vincou o Serviço Nacional de Meteorologia de State College, no distrito da Pensilvânia, relatando 62,7 centímetros de neve.

Os meteorologistas disseram que foi a maior quantidade de neve provocada por uma tempestade alguma vez registada nesse local, quebrando o recorde de 61 centímetros estabelecido em janeiro de 1964.

Muitas das regiões do oeste e no centro da Pensilvânia viram acumulações na casa dos dois dígitos.

Boston já bateu o recorde de queda de neve em 17 de dezembro, registando 23 centímetros desde a meia-noite de quarta-feira, segundo um meteorologista do Serviço Meteorológico Nacional em Norton, no estado de Massachusetts.

Este é o novo recorde agora e provavelmente vai aumentar antes de acabar”, afirmou Bryce Williams, tendo em conta que o anterior recorde nesse dia era de 16,4 centímetros, em 2013.

Até ao final da tarde, prevê-se queda de neve moderada a forte.

Williams alertou ainda para “uma situação de congelamento rápido” que pode causar condições perigosas nas estradas.

No estado do New Hampshire, houve pelo menos 50 acidentes e veículos avariados devido às más condições das estradas esta manhã, sem que as autoridades revelassem a existência de feridos graves ou mortes.

As tropas de Connecticut responderam a perto de 50 acidentes e ajudaram cerca de 160 condutores nas autoestradas estaduais durante a tempestade, informou hoje a polícia estadual, com pessoas feridas em três dos acidentes, e um total de 580 solicitações de serviço.

Vários carros avariados foram relatados ao longo da estrada interestadual 87, no leste de Nova Iorque, onde foram medidos mais de 16 centímetros de neve por volta das 07:00 locais, em cidades perto de Albany. A polícia estadual informou que um condutor de uma mota de neve foi atingido e morto por um camião, no centro de Albany, na manhã de segunda-feira.

A tempestade surgiu num momento crítico da pandemia de covid-19, embora as autoridades tenham dito que a mesma não iria interromper a distribuição das vacinas, que começaram a ser administradas aos profissionais de saúde no início desta semana.

/ LF