Um avião comercial caiu esta segunda-feira em Ghanzi, a sudeste de Cabul, no Afeganistão, de acordo com as autoridades locais. Não há, para já, indicações sobre quaisquer vítimas.

O avião viajava vindo Herat, a terceira maior cidade do Afeganistão, com destino a Deli, na India.

Em declarações a uma estação de televisão local, as autoridades afirmam ter-se tratado de uma queda devido a problemas técnicos.

Apesar de, inicialmente, ser noticiado que o avião pertencia à companhia aeréa afegã Ariana Airlines, a empresa já veio a público desmentir essa possibilidade.

Os aviões da Ariana partiram, chegaram aos seus destinos e não se despenharam”, afirmou um representante da empresa, em declarações à BBC. “Portanto, o avião que se despenhou não pertence à Ariana Airlines.”

De acordo com o canal de notícias afegão TOLOnews, a aeronave terá caído num território controlado por talibans. A “forças especiais” afegãs foram destacadas para o local do desastre.

O último acidente de um avião civil no Afeganistão ocorreu em maio de 2010 com um voo da Pamir Airways, que caiu causando 43 mortos.

Em fevereiro de 2005, um Boeing 737 da Kam Air, outra companhia aérea privada afegã, caiu não muito longe da capital, Cabul, matando as 104 pessoas a bordo.