Uma criança e uma mulher foram atacadas, nas últimas 24 horas, por tubarões nas turísticas ilhas Whitsunday, em Queensland, na Austrália.

Os dois ataques ocorreram na baía de Cid Harbour, uma das zonas mais procuradas pelos turistas, e ambas as vítimas encontram-se em estado crítico.

Na tarde desta quinta-feira (são mais nove horas em Queensland), uma menina de 12 anos foi mordida na perna e, depois de assistida no local, foi transferida para o hospital Mackay Base com "ferimentos graves.

No mesmo local, mas horas antes, uma turista da Tasmânia, de 46 anos, foi atacada enquanto nadava perto de um iate. Justine Barwick foi mordida na coxa e sofreu uma hemorragia, tendo sido transportada de helicóptero para o mesmo hospital central de Queensland.

A zona está já a ser patrulhada de barco e a população aconselhada a não nadar naquelas águas.

O Programa de Controlo de Tubarões de Queensland vai instalar um sistema de bóias para evitar que os animais maiores, e consequentemente mais perigosos, se aproximem das praias.

Segundo números oficiais, este ano já se registaram 35 ataques de tubarão nas praias australianas. Duas pessoas morreram.