A polícia de Minneapolis anunciou ter descoberto o corpo de um homem num prédio que, em maio, tinha sido incendiado durante os protestos pela morte de George Floyd.

“Estamos a tratar esta morte como um homicídio”, disse o porta-voz da polícia, John Elder, à CNN.

Os agentes afirmaram que foram até ao local, depois de terem recebido uma denúncia anónima.

O corpo vai agora ser autopsiado e a identidade da vítima só será conhecida quando forem reveladas as causas da morte.

Em maio, perante a onda de protestos, manifestantes indignados com a morte de George Floyd, invadiram uma esquadra da polícia em Minneapolis e incendiaram o local, disseram as forças de segurança. 

Floyd, um ex-segurança de 46 anos, supostamente detido por ter tentado pagar com uma nota falsa num supermercado local, avisou diversas vezes o polícia que não estava a conseguir respirar e que estava a perder a consciência.

Foi transportado para o hospital, mas a sua morte foi declarada pouco tempo depois, ainda dentro da ambulância.

Lara Ferin