Pelo menos 63 pessoas morreram na Índia, 11 das quais no forte turístico de Amber, no estado do Rajastão, devido às trovoadas causadas pela chegada das monções. Segundo o comissário da polícia de Jaipur, o impacto do relâmpago no forte turístico, onde turistas e moradores estavam reunidos, também causou 29 feridos. 

Onze pessoas morreram no incidente com um raio no forte de Amber. A maioria das vítimas eram residentes locais e turistas. Também outras doze ficaram feridas, sendo posteriormente reencaminhadas para o hospital , disse Anand Srivastava à agência espanhola Efe.

Operações de busca no Forte de Amber
Fonte: AP Imagens

Apesar de vários meios de comunicação terem noticiado que as vítimas mortais foram atingidas por um relâmpago, enquanto tiravam selfies no meio da tempestade, o comissário negou essa situação.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, anunciou, na rede social Twitter, uma indemnização de cerca de 2200 euros para os familiares das vítimas.

Os relâmpagos matam em média cerca de dois mil indianos todos os anos. 

/ IC