Mais de 2.500 pessoas participaram numa festa ilegal de ano novo, na Bretanha, em França, contrariando as medidas restritivas impostas pelo governo francês para a noite da passagem de ano.

Segundo as autoridades, os participantes eram de diferentes regiões do país e também do estrangeiro.

Ao início da noite de 31 de dezembro, várias centenas de veículos começaram a convergir para uma área industrial, na cidade de Lieuron, para a realização de uma festa rave”, pode ler-se no comunicado das autoridades locais.

De acordo com as autoridades, à chegada ao local, a polícia encontrou um ambiente de “hostilidade” e “violência”, depois de tentar pôr fim ao evento. Um carro da polícia chegou mesmo a ser incendiado.

Três outros veículos foram danificados, e os agentes foram recebidos com sprays, garrafas e pedras, tendo sofrido ferimentos ligeiros.”

Para a noite da passagem de ano, o governo francês mobilizou cerca de 100 mil polícias para garantir o cumprimento das regras numa noite em que, tradicionalmente, há grandes concentrações nas ruas.

Recorde-se que França tem em vigor o recolher obrigatório entre as 20:00 horas e as 06:00 devido à pandemia de covid-19, que já matou mais de 64 mil pessoas no país, desde março.